sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Tem dias...


As horas custam a passar. Não estou onde quero estar, estou sozinha mas não quero estar com mais ninguém, porque quem eu quero não quer estar comigo, e assim sendo, prefiro estar sozinha. Sinto-me sozinha. Não penses nisso, dizes para ti, não adianta nada, não muda nada. Não quero ir e não quero ficar.

Mas sei que tenho que ir. E deixar-te ir.

Quando me encontrar talvez te encontre a ti também. Se não te encontrar, não faz mal, porque quando me encontrar vou ter-me a mim e já não me vou sentir tão sozinha.


Sem comentários: